www.trexpets.com.br   Produtos destinados a Herpetofauna.

                          www.zoopets.com.br
 
Informações e cuidados básicos.

 
O Iguana

Sobre o Animal

A enorme popularidade do Iguana só foi consagrada graças ao seu temperamento. Ele é de fácil adaptação, interage com o homem e é a mais "dócil" entre todas as espécies de répteis. Embora seja impossível domesticá-lo, até porque não exista réptil emotivo ou domesticável, como um cão, por exemplo, o temperamento manso e dócil, facilita e minimiza o nível de estresse a que o animal é exposto durante o manuseio.

É provado por cientistas que o cérebro dos Iguanas, têm estrutura extremamente primitiva, não tendo condições de sentir qualquer tipo de afeto. O que ele percebe, na verdade, e isso se condiciona, é o que o somatório dos seus sentidos - visão, olfato, paladar e hábitos freqüentes - pode distinguir. O que se nota é que o nível de condicionamento do Iguana é ilimitado, e um convívio prolongado com o mesmo ser humano pode levar a manifestações de reconhecimento muito similares às dos mamíferos, mas nunca igual.

O manuseio desses répteis, não é recomendado, mas graças a esse temperamento menos agressivo do que o de outras espécies, é até possível passear, levar no ombro, brincar com o Iguana sem deixá-lo muito estressado.

Talvez, esse seja mais um motivo das pessoas aceitarem tão bem a convivência com o Iguana, como animal de estimação, pois a repulsa natural que as pessoas têm em relação a outros répteis e anfíbios, que se alimentam prioritariamente de animais vivos, não existirá com ele. O Iguana é considerado um animal de grande porte para um réptil, e chega a atingir dois metros, em cativeiro aos seis ou oito anos de idade, sendo que cerca de 70% do comprimento do corpo de um Iguana, pertencem a sua cauda.

 


                          www.trexpets.com.br   Produtos destinados a Herpetofauna.

                          www.zoopets.com.br
 
Informações e cuidados básicos.